o concreto certo para sua obra

CONVENCIONAL


Características:
Concreto estrutural de uso comum na maioria das estruturas. Alcança resistência acima de 20 MPa. O lançamento é executado de forma convencional, diretamente da bica do caminhão betoneira para a estrutura em execução ou por meio de carrinhos de mão, gericas, calhas ou caçambas içadas por gruas.
 
Aplicação:
Obras com descarga convencional.
 
Vantagens:
- Pode ser utilizado em qualquer tipo de obra;
- Elimina a perda dos materiais estocados no canteiro;
- Material completo, com maior produtividade e menor custo em relação ao concreto virado em obra.
 
Recomendações:
Abatimento entre 60 e 80 mm.

LEVE


Características:
Com baixo peso específico (entre 800 e 2.200 kg/m³) e elevada capacidade de isolamento termo-acústico, este tipo de concreto estrutural é obtido a partir de materiais especiais. Os tipos mais utilizados são os porosos, os celulares espumosos e os com agregados leves, como o poliestireno expandido (isopor) e a argila expandida.

Aplicação:
Ideal para vedação de paredes, painéis e divisórias, estúdios e outras estruturas que precisam de isolamento termo-acústico, além de nivelamento de pisos, impermeabilizações, lajes leves, etc.

Vantagens:

- Maior isolamento térmico e acústico;
- Redução do peso da estrutura.
 
Recomendações:
Em caso de aplicação por bombeamento, a equipe técnica da Concrepav deverá ser acionada ainda na concepção do projeto. Alguns fatores poderão limitar o suo de certas tecnologias e da densidade mínima obtida.

PESADO


Características:
Este tipo de concreto é composto por agregados de elevado peso específico, como minerais de ferro, hematita, magnetita e barita. O resultado é um concreto de densidade que varia entre 3.200 e 4.000 Kg/m3 e resistência de até 60 MPa. Devido à sua elevada massa, apresentam bom desempenho mecânico e durabilidade, além de ótima capacidade de absorção de raios-X, Gama e nêutrons de alta energia.
 
Aplicação:
- Blindagem biológica em usinas nucleares, unidades médicas e instalações de testes de pesquisa atômica (paredes de reatores atômicos);
- Barreira contra radiações de energia elevada, como os raios-X, raios Gama e nêutrons (bombas de cobalto) em hospitais e usinas nucleares.
- Concreto de lastro;
- Lajes de subpressão;
 
Vantagens:
- Opção mais econômica, comparada a outros tipos de blindagens radioativas;
- Facilidade de execução;
- Redução das espessuras de blindagens.
 
Recomendações:
- Bombeamento sob consulta;
- Formas específicas devem ser projetadas;
- Pode exigir maior resistência quando exposto a altas temperaturas.

COLORIDO


Características:
Este tipo possui as mesmas características de um concreto convencional ou especial, com o diferencial de coloração, obtido a partir de uma precisa adição de pigmentos minerais. É ideal para fins arquitetônicos diferenciados, além de ser uma opção mais econômica com revestimentos e pinturas. Na maioria das vezes, a base é o cimento cinza ou branco estrutural, dependendo da tonalidade desejada.

Aplicação:

- Pisos decorativos;
- Fachadas arquitetônicas;
- Pavimentos;
- Obras especiais.

Vantagens:

- Atendimento a requisitos arquitetônicos especiais sem a utilização de revestimentos ou pinturas;
- Desempenho idêntico a concretos similares não pigmentados;
- Durabilidade da coloração.

Recomendações:

- Consumo mínimo de cimento de 300 kg;
- Principais cores: preto, marrom, vermelho e amarelo;
- Deve ser muito bem adensado;
- As formas devem ter superfícies lisas e estanques;
- A tonalidade desejada deve ser testada em laboratório, podendo sofrer variações com os lotes de fornecimento

ECOLÓGICO


Características:
Pode ter em sua composição materiais reciclados como borracha produzida a partir de pneus triturados e agregados de entulho reciclado. Assim, é possível dar destino adequado a pneus inservíveis e entulho de construção civil, além de reduzir o consumo de matéria prima natural.
 
Aplicação:
Barreiras rodoviárias, calçadas, estacionamento e pisos (não estrutural), contrapisos, etc.
 
Vantagens:
Uso de materiais reciclados e novas tecnologias que podem agregar aos conceitos de sustentabilidade LEED, por exemplo.

PARA PAVIMENTOS


Características:
Atende às especificações de resistência a compressão, tração e outras particularidades, graças à alta tecnologia aplicada na dosagem de seus componentes.
 
Aplicação:
Pavimentos urbanos e rodoviários, pistas de aeroportos e pavimentos que exijam rápida liberação de tráfego.
 
Vantagens:
Maior resistência à degradação por derramamento de combustíveis, elementos ácidos, graxa, entre outros. Isso aumenta a vida útil do pavimento em comparação aos pavimentos flexíveis.

PROJETADO


Características:
Possui aderência necessária para ser aplicado sob pressão, por via- seca ou via-úmida.

Aplicação:

- Revestimentos de túneis, contenção de encostas ou taludes, reforço de lajes, revestimentos de paredes e pilares;
- Projeção via-seca: o concreto seco é conduzido sob pressão até o bico do projetor, onde só então recebe a água e os aditivos;
- Projeção via-úmida: concreto preparado com todos os elementos de composição de uma só vez e lançado pronto no equipamento de projeção.

Vantagens:
Por ser aplicado com elevado impacto sobre a base e de alta compacidade, dispensa o uso de formas e de vibradores.

BOMBEÁVEL


Características:
Ideal para aplicações a longas distâncias e alturas, sendo, por isso, utilizado na maioria das edificações verticais. Equipamentos de bombeamento com lança ou tubulação estacionária levam o produto por meio de tubos diretamente ao local de aplicação.

Aplicação:

- Edificações altas, grandes prédios residenciais e comerciais, pontes, viadutos, plataformas e barragens;
- Obras que necessitam de transporte de concreto de maneira rápida, limpa e sem perder suas características.

Vantagens:

- Maior velocidade no transporte e na aplicação do concreto;
- Redução de mão-de-obra para a operação de concretagem;
- Redução de equipamentos de transporte, como gruas ou elevadores;
- Concretagem em locais de difícil acesso;
- Melhor acabamento final do concreto.

Recomendações:

- Abatimento mínimo de 100mm;
- fck mínimo de 20 MPa;

SUBMERSO


Características:
Este tipo tem sua reologia altamente modificada e a elevada coesão não permite a dispersão de grãos quando em contato com água.

Aplicação:

- Reparos subaquáticos em barragens, pilares de pontes etc;
- Tubulações e demais estruturas subaquáticas;
- Estruturas de fundações/contenção estabilizadas com lama bentonítica (exemplo: paredes diafragma).

Vantagens:

- Execução de estruturas e aplicação de diferentes tecnologias construtivas com a direta aplicação do concreto

ALTO DESEMPENHO


Características:
Material durável, de baixa permeabilidade, resistente a compressões maiores que 40 MPa.
 
Aplicação:
Qualquer tipo de estrutura, principalmente aquelas em que são necessárias grandes resistências mecânicas, físicas e químicas, como estruturas marinhas, portuárias, protendidas, pré-fabricadas, pilares sujeitos a grandes carregamentos, estruturas sujeitas a ambientes agressivos, indústrias químicas, frigoríficos, estações de tratamento de esgotos, entre outras.
 
Vantagens: 
- Elevada resistência da estrutura;
- Alta durabilidade;
- Maior módulo de elasticidade;
- Maior área útil;
- Diminuição do peso próprio da estrutura pela redução das seções e consequente obtenção de fundações mais econômicas.
 
Recomendações: 
- fck mínimo de 40 MPa;
- Em casos especiais, é necessário dosar aditivo em obra;
- Exige o emprego de adições minerais;
- É fundamental ensaiar o traço em laboratório.

AUTO-ADENSÁVEL


Características:
Concreto de alta fluidez e capacidade de compactação por peso próprio, desenvolvido a partir da introdução de aditivos especiais no concreto tradicional e da dosagem de finos, o que permite alta fluidez garantindo a coesão mínima evitando separação dos agregados graúdos.

Aplicação:

- Fundações, pilares, lajes, vigas e peças delgadas;
- Peças com alta densidade de armadura;
- Peças com dimensões reduzidas;

Vantagens:

- Dispensa a utilização de vibradores;
- Redução no custo de mão-de-obra;
- Otimização no tempo de lançamento;
- Redução de custos e prazos devido a retrabalho decorrente de má compactação;
- Fácil bombeamento devido à fluidez;
- Melhor acabamento;
- Agiliza o desenvolvimento da obra;
- Eliminação de ruído durante a concretagem;
- Maior reuso de formas;
- Ausência de nichos de concretagem em peças densamente armadas ou com formas especiais de pequenas aberturas e grandes alturas (paredes de concreto);
- Excelente para aplicação em estruturas com sistema construtivo em parede de concreto.

PEGA RETARDADA


Características:
Concreto com as mesmas características de um usual ou especial que permite um controle uniforme e previsível do tempo necessário para início da reação de hidratação do cimento.

Aplicação:
Obras que necessitam de maior tempo de transporte ou descarga, ou ainda, somente retardar a hidratação (endurecimento) do concreto.

Vantagens:

- Eliminação de juntas frias de concretagem;
- Redução da perda de abatimento em concretagens lentas;
- Facilidade de controle dos tempos nas operações de acabamento;
- Preservação do meio ambiente pela menor incidência de perdas de concreto por vencimento;
- Maior controle sobre o calor de hidratação liberado em peças de grandes volumes.

Recomendações:

- Consultar Departamento de Tecnologia;
- Traços devem ser testados em laboratório;
- Concretagens com longo tempo de transporte;
- Concretagens em dias quentes;
- Concretagens com lançamento lento;
- Concretagens de grandes volumes.

REFRIGERADO


Características:
Ideal para peças de grandes volumes, dosado com adição de gelo ou de nitrogênio para a redução da temperatura do concreto. Utilizado para minimizar o esforço de tração em grandes peças, oriundos da geração de calor devido às reações de hidratação do cimento.

Aplicação:

- Barragens;
- Concretagens em dias quentes;
- Blocos de fundação;
- Estruturas de grandes dimensões;
- Traços com alto consumo de cimento.

Vantagens:

- Eliminação de juntas frias de concretagem;
- Redução das tensões térmicas e consequente redução da fissuração provocada;
- Melhor evolução da resistência à compressão.

COM MÓDULO DE ELASTICIDADE DEFINIDO


Características:
Especialmente dosado para atender ao módulo de elasticidade especificado para a estrutura.

Aplicação:

- Obras que exijam rapidez na execução da estrutura;
- Pisos de concreto submetidos a elevados carregamentos;
- Estruturas com carregamentos dinâmicos
- regiões com agregados de baixo desempenho no módulo de elasticidade
 
Vantagens:
- Conhecimento e controle das deformações previstas em uma estrutura oriundas da deformação do concreto;
- Adoção de sistemas construtivos mais modernos e de desforma rápida;
- Liberação antecipada do carregamento da estrutura, como por exemplo, o início do assentamento de alvenaria.

COMPACTADO COM ROLO


Características:
Concreto de consistência seca e de baixo consumo de cimento. Pode ser transportado e espalhado por equipamentos usuais de pavimentação e compactado por meio de rolos compressores.
 
Aplicação:
- Barragens;
- Pavimentos urbanos;
- Sub-bases de pavimentos.
 
Vantagens:
- Baixo custo;
- Garantia de qualidade de pavimento;
- Grande velocidade de aplicação.
 
Recomendações:
- Não pode ser bombeado;
- A resistência máxima é obtida para a umidade ótima de compactação (como em solos).

PARA PISOS INDUSTRIAIS


Características:
Tem baixa permeabilidade, elevada resistência à abrasão e baixos níveis de fissuração.

Aplicação:
Pisos industriais, calçadas, garagens e outros usos que exijam pouco desgaste, mesmo sob esforço de tração elevado.

Vantagens:

- Melhor acabamento;
- Redução da exsudação;
- Maior grau de durabilidade para o piso.

Recomendações:

- Abatimento mínimo de 80 mm;
- fck mínimo de 30,0 MPa;

COM ADIÇÃO DE FIBRAS


Características:
Concreto com as mesmas características de um concreto bombeável ou especial. Seu diferencial é o acréscimo de fibras sintéticas ou fibras de aço, provendo melhor desempenho a flexão e tenacidade.

Aplicação:
Túneis, reforço estrutural, pisos e paredes de concreto;

Vantagens:

- Maior ductilidade (fibras de aço);
- Menor exsudação e fissuração (fibras sintéticas).

Recomendações:

- Fibras restringem o bombeamento. O traço deverá ser ajustado (granulometria do concreto) de acordo com o tipo e teor de fibra e as condições de bombeabilidade.

SEM FINOS (DRENANTE)


Características:
Não utiliza areia, portanto tem alta porosidade. Sua massa específica varia de acordo com o agregado graúdo utilizado (brita, seixo, argila expandida).
 
Aplicação:
Drenagens, filtros biológicos, paredes e muros de gravidade e enchimento de lajes.

Vantagens:

- Baixa massa específica;
- Excelente permeabilidade.
Recomendações: Não pode ser bombeado.